Ev.Lucas e Cleonice Esteves (esposa)

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A Formiga Pote de Mel

Basta uma rápida olhada para esta formiga que entendemos de imediato a razão para seu nome:

Seu abdome gigantesco, está repleto de um caldo gosmento. Essas curiosas formigas vivem em locais áridos ou desérticos, onde a água é absolutamente escassa. Devido à essas restrições naturais, a formiga evoluiu para transportar sua própria água (pra ela e pra colônia) de modo que poderíamos dizer que a formiga é mesmo um pote de mel ambulante. Após o período das chuvas, surge o néctar em pequenas plantas que, devido ao inóspito ambiente, tem vida muito curta. Então as formigas mais do que depressa, coletam todo este néctar, pois sabem que em breve as condições climáticas irão piorar. Algumas formigas da colônia são escolhidas e alimentadas com gigantescas doses de néctar, de modo que elas simplesmente viram esferas de comida, até ficarem do tamanho de uvas!
Então quando o tempo esquenta de vez e toda a vegetação morre, a água que havia já evaporou faz tempo, essas formigas se tornam verdadeiros supermercados para suas irmãs. Elas vão gradualmente vomitando o mel até esvaziar completamente.

 Graças a esta engenhosa artimanha, elas sobrevivem ao mais rigoroso dos verões em lugares inóspitos da Terra. E também graças a isso elas são muito apreciadas por diversos animais, inclusive o ser humano.


Em função do tamanho que adquirem, essas formigas acabam presas no fundo do formigueiro a maior parte do tempo, pois elas atingem um tamanho tão grande que não conseguem passar pelos caminhos de tuneis estreitos que levam para fora da colônia. Então a vida dessa formiga se resumje a apenaas duas coisas. Ficar parada no alto do teto da câmara (pra não ocupar espaço no caminho) e esperar. Mas não é uma só. São centenas, talvez milhares delas.

Uma outra razão para que elas fiquem no escuro e distante fundo do formigueiro é que como são uma grande fonte de energia, elas precisam ser protegidas a todo custo, pois representam a sobrevivência da espécie. É mais ou menos como a gente faz com barras de ouro.

Além disso, ficar no fundo do formigueiro ás mantém protegidas de animais que tentam escavar em busca delas. Outra curiosa característica deste animal é que ele muda de cor, sendo as mais comuns o verde, vermelho, amarelo, laranja e azul.

No Brasil não existe dessa formiga, porque nosso clima é tropical e tem fartura de comida para formigas e outros bichos.
 
Fonte: Indo Além dos Limites

2 comentários:

  1. a paz do Senhor, muito bom seu blog, vou segui-lo, se quiser faça uma visita em www.pbvaldineifernandes.blogspt.com, sobre esta postagem Deus supre as nessecidades até dos animais imagine as nossas

    ResponderExcluir
  2. Missionária Miriã Rodrigues3 de novembro de 2010 16:32

    Paz do senhor meus irmãos, que Deus continue abençoando vossas vidas, o blog está uma benção...
    E que a graça e amisericórdia de Deus esteja con vosco. salmos 142 par meditação.

    ResponderExcluir